A boa gestão logística ajuda as empresas a melhorar custos, fidelizar clientes e até criar novas oportunidades de negócios. Pensando nisso, fica claro que planejar e implementar com excelência o processo de armazenamento e transporte é uma importante vantagem competitiva. Mas como evitar que problemas nessas etapas comprometam a confiança e a fidelidade de clientes? E fuja dos erros mais comuns em sua logística

Fuja dos erros mais comuns em logística

Problema: prometer sem poder cumprir – Erros mais comuns em sua logística

Alcançar um alinhamento entre todos os envolvidos na cadeia logística costuma ser um desafio para as empresas. A falta de comunicação e objetivos destoantes acontecem entre áreas comerciais, marketing e logística (tanto gestão como operação). Subestimar a necessidade de colaboração e comunicação entre áreas internas, embarcadores, transportadores e clientes são erros muitas vezes complicados por promessas difíceis de serem executadas na prática.

Todas os envolvidos precisam se sentir parte da cadeia de valor e conhecerem a importância da sua atividade. Quando o acesso à informação é limitado ou inexistente, os funcionários podem se tornar executores passivos.

Para evitar esse tipo de situação, promova a integração entre departamentos. Defina e comunique previamente para todas as áreas internas quais níveis de serviço serão dados aos clientes. A troca de informação entre os gestores e colaboradores dentro do ambiente de trabalho é fundamental para deixar claro quais são as dificuldades presentes em cada nível. Assim fica mais fácil de organizar as tarefas de cada funcionário e tornar o trabalho mais produtivo e rentável.

Também tenha uma gestão próxima para evitar problemas de estoque, armazenamento atrasos e devoluções. Comunique destinatários e demais interessados sobre qualquer mudança no decorrer de uma entrega.

A boa comunicação é essencial para garantir foco. É também a chave para promover a participação e colaboração entre funcionários e terceiros para alcançar os objetivos do negócio.

Problema: processos manuais ineficientes – Erros mais comuns em sua logística

Confiar em processos manuais e descentralizados para gerenciar a cadeia logística de uma empresa é algo capaz de trazer muita dor de cabeça. Fazer ligações e enviar e-mails para localizar entregas com transportadores, por exemplo, ocupa o tempo de sua equipe, é demorado e ineficiente.

Para reduzir processos manuais, utilize soluções tecnológicas capazes de automatizar as tarefas como monitoramento de entregas e coletas. Soluções deste tipo permitem acompanhar em tempo real o posicionamento de veículos e liberam o tempo do seu time para focar na gestão propriamente dita, antecipando e corrigindo, por exemplo, problemas de atrasos.

Problema: altos custos com atividades operacionais – Erros mais comuns em sua logística

Tarefas operacionais e rotineiras muitas vezes consomem tempo demais de profissionais qualificados para atuar em atividades ligadas ao core business das empresas. A programação de entregas e o agendamento de recebimentos são algumas dessas atividades.

Terceirize parte da gestão da operação logística. Contrate parceiros especializados em atividades que não fazem parte do core da sua empresa. Nessa transição crie processos transparentes, padronizados e auditáveis. Com uma gestão especializada e dedicada, a sua empresa ganha não apenas com economia de custos, mas passa a ter uma vantagem estratégica. De acordo com pesquisa realizada pela Science Citation Index, uma empresa média já tem 32% de sua produção terceirizada e 48% da sua área de logística.

Problema: falta de visibilidade – Erros mais comuns em sua logística

Muitas empresas falham na correção de gargalos operacionais simplesmente porque não conseguem enxergá-los. A falta de visibilidade, ou mesmo sua limitação, têm consequências diretas na eficiência operacional. Gestores que não conseguem enxergar claramente a operação logística têm grandes dificuldades em gerenciar riscos ou tomar decisões rápidas e embasadas.

Os dados passam por diferentes colaboradores ao longo da cadeia de suprimentos e isto os deixam sujeitos a diversas alterações de informações. Segundo a pesquisa da Science Citation Index a média de alteração em planilhas é de cinco vezes por dia.

A solução é investir em uma tecnologia capaz de fornecer fácil acesso a informações de transporte incluindo quais pedidos, quais produtos e que notas fiscais estão sendo entregues. Com mais informação disponível é possível otimizar o tempo dos profissionais, eliminar gargalos e evitar custos adicionais.

Ainda é baixa a adoção de soluções de Transportation Management System (TMS), seja implantação local e na nuvem. Apenas 34% dos embarcadores utilizam a tecnologia TMS, segundo estudo realizado pela Logistics Management em 2013. Um investimento alto para as empresas, mas que pode vir a economizar até 8% em frete, de acordo com Steve Banker, diretor de serviços para cadeia de suprimentos na ARC Research Group. TMS na núvem são uma opção de implantação mais rápida a um custo menor.

Fonte.

Veja Também:

7 passos para uma logística eficiente no E-Commerce

passos para uma logística eficiente

logística é um grande desafio para as lojas que vendem por E-Commerce, independente de serem pequenas ou grandes. Não entregar um pedido… Continue Lendo Aqui

Você Acabou de Ler: Fuja dos erros mais comuns em sua logística