Muitas vezes um e-commerce é iniciado sem ao menos ter existido uma pesquisa de mercado avaliando a demanda por um determinado grupo de produtos. Várias lojas virtuais nascem com a alimentação do estoque feita de forma arbitrária. São pequenos comerciantes que migram para o mundo virtual e enchem seu estoque com produtos que eles supõem que serão vendidos facilmente.

Como escolher os produtos do meu e-commerce?

Escolher os produtos que serão exibidos na sua loja virtual é uma tarefa que depende inicialmente de pesquisa, porém, temos que levar em consideração o comportamento do usuário no seu e-commerce.

Normalmente preparamos o estoque com determinado grupo de produtos e então somos surpreendidos com a taxa de conversão alta de um outro grupo que não estava sendo apontado como potencial de vendas. Ou seja, devemos acompanhar dia a dia da loja e estar preparados para esses mudanças que podem ocorrer não só no inicio do projeto, de forma ocasional ou até mesmo sem periodicidade nem razão óbvia.

Devemos descartar produtos que não são vendidos facilmente?

A resposta é depende. Sabemos que uma grande variedade de produtos ajudam a manter uma boa qualidade de SEO, e também ajudam a manter a audiência Cauda Longa de um e-commerce, porém existem exceções. Produtos perecíveis, por exemplo, não podem ser mantidos durante muito tempo em estoque a depender de um público alvo muito específico.

Existe o  risco deste produto ter seu prazo de validade vencido, nesse caso, além do prejuízo, muitas vezes o lojista desiste de renovar o estoque deste produto com medo de não conseguir vende-lo novamente. Assim, vai se criando um ciclo onde a variedade de produtos vai se reduzindo, restando apenas aqueles que vendem melhor pela sua popularidade.

Como as estatísticas ajudam na saúde do estoque

Nesse caso, o ideal é usar da boa e velha estatística para saber a probabilidade de venda de um determinado produto. Mas claro, isso requer tempo. Uma boa prática para manter um produto de nicho em estoque é alimentar o seu estoque com poucas unidades à medida que as vendas forem ocorrendo.

Outra forma de renovar o estoque de produtos perecíveis, é promover campanhas de e-mail marketing, Google AdWords e Facebook Ads. Você também pode pegar uma carona nos produtos mais acessados do seu e-commerce e sugerir a compra conjunta de produtos que precisam ter seu estoque renovado.

Com tempo, será possível traçar uma rotina mais exata de manutenção de estoque deste produto específico.

Conheça a força dos seus produtos

Ainda fazendo referência ao livro A Cauda Longa, devemos lembrar da regra 20/80 onde  20% dos produtos são responsáveis por 80% do faturamento de um e-commerce. A pergunta é:  você já conhece os produtos populares da sua loja virtual?

Tão importante quanto ter  variedade de produtos do seu e-commerce é conhecer aquele pequeno grupo de 20% dos produtos que mais vendem na sua loja virtual. O levantamento dessas informações são cruciais para amadurecer a perspectiva de faturamento bem como fazer uma boa manutenção do seu estoque.

Fonte. www.ecommercebrasil.com.br

Veja Também:

Exemplos de sucesso obtidos pela gestão de estoque!

Gestão do estoque de sucesso

Para quem acompanha o e-commerce, sabe da importância que a gestão de estoque tem para o sucesso de um negócio… Continue Lendo Aqui

Você acabou de ler: Como as estatísticas ajudam na saúde do estoque